Penso, logo empreendo: Dark Maze

Já pensou em utilizar restos de tecido para criar peças de vestuário super descoladas? Pois foi essa ideia que fez surgir a Dark Maze, há cerca de 1 ano. A marca produz camisetas, calças, bermudas, casacos e moletons através do reaproveitamento de resíduos e restos de malha de alta qualidade. A fabricação é feita em pequena escala e as peças ganham um ar de exclusividade, em edições limitadas.

“Eu vou atrás dos materiais para as roupas e faço a talhação, enquanto minha mãe costura. Temos outro parceiro que é responsável pela parte de vendas, além de auxiliar também na produção. Atualmente, a marca é minha principal fonte de renda”, afirma Diogo Scussiato, proprietário da marca.

A expressão “Dark Maze” significa “labirinto escuro” e para Scussiato esse conceito representa muito bem a história do empreendimento. “Estamos sempre em busca de novos desafios e formas de fazer a marcar crescer cada vez mais”. Um exemplo disso é a expansão para o público feminino. A produção de peças unissex que podem ser usadas também por mulheres é algo recente na marca que, até então, focava apenas em vestuário masculino. O empreendimento possui uma loja física no bairro Tribess, em Blumenau. As vendas também são feitas através da participação em feiras e eventos, como a Feirinha da Servidão. Além disso, a Dark Maze também está em busca de lojas da região que queiram expor e vender suas peças.

Para aqueles que estão pensando em se tornar um empreendedor, Scussiato deixa o recado “Arrisque! Você nunca vai saber como vai ser se não arriscar. Não desista se não deu certo no primeiro ou segundo mês, se você acreditar você consegue.” Ele assegura que planejamento e organização são os principais pontos para iniciar um negócio.

Acesse a @darkmazebrazil no Facebook e Instagram e apoie a produção local.