Penso, logo empreendo: Jô Artheira

Boas ideias podem surgir nas situações em que menos esperamos. Às vezes, no nosso próprio dia-a-dia, conseguimos identificar nichos e oportunidades que ainda não foram exploradas. Foi exatamente dessa forma que surgiu a Jô Artheira.

O empreendimento nasceu em 2016, quando Jô Nolasco buscava uma nova fonte de renda alternativa. “Eu já fazia brigadeiros gourmet e cupcakes, mas queria produzir algo diferente. Foi quando precisei de um suporte de madeira pra ver as receitas no tablet e não encontrei pra comprar. Desafiei meu esposo pra fazermos o suporte”. O casal fez o suporte de madeira para tablets e assim deu início a um novo mundo de ideias. Logo surgiram outras peças, explorando escritas e desenhos manuais e sempre em busca de novidades e itens diferenciados.

Atualmente, a Jô Artheira produz peças artesanais de madeira, com pintura envelhecida e desenhadas manualmente. A linha de produtos abrange placas decorativas, cabideiros, porta chaves, floreiras, entre outros. Você pode comprar as peças da Jô Artheira na Feirinha da Servidão e outras feiras na região, nas redes sociais do empreendimento e na loja online da Elo7.

Para quem está pensando em ter seu próprio negócio, Jô garante que o primeiro passo é acreditar em si mesmo. Treinamento, estudo e capacitação também são itens fundamentais, além da pesquisa de mercado e a busca por inovação.  “Eu tinha muitas dúvidas, sempre fui péssima em desenho. Mas, acreditei, acertei, errei, persisti e hoje faço o que gosto e posso olhar pro resultado do meu trabalho com satisfação e alegria”.