Retrospectiva Feirinha da Servidão 2017!

Mais um ano chegando ao fim e não poderíamos deixar de lembrar os bons momentos que tivemos com mais um ano de Feirinha da Servidão! Foram 10 edições,  55 shows, 15 espetáculos entre palhaçaria, contações de história, musicalização e teatro, 11 Oficinas entre aulão de yoga, meditação, pinturas, produção de slings, danças e bonsai, 36 exposições e integrações entre artes plásticas, literatura e rodas de conversas e poesias, uma média de 20.000 visitantes por ano e mais de 915 feirantes diferentes com os mais diversos tipos de empreendimentos, entre eles decoração, bijuterias, brechó, antiguidades, plantas, acessórios para pets, roupas, customização, gastronomia, sebo, cosméticos e perfumaria.

 

Antes de cada edição, é feita uma reunião, sempre alguns dias antes do evento. Um momento de união entre organização e feirantes, onde esses,  podem tirar dúvidas, dar sugestões e conhecerem uns aos outros.

 

 

 

A cada edição, uma nova identidade visual pra ilustrar as diferentes propostas de cada feirinha. Cores, ideias, movimentos, tudo pra fazer com que cada edição fosse diferente e especial de alguma forma.

 

 

 

 

 

Foram muitos momentos marcantes a cada edição da feirinha em 2017. Tivemos várias participações do projeto Musicalizando com Sucata, peças  do Fitub (festival universitário de teatro), lançamento de livro de escritores blumenauenses como Gervásio Luz e Cláudia Iara Vetter, lançamento da música “Maravilhoso Foi” da dupla festeira Heróis de Ninguém, a programação cultural promovida pelo SESC também esteve presente em várias edições e o lindo cortejo do grupo Maracatu Capivara que fez todo mundo dançar!

 

 

 

Das 10 edições que rolaram, a última foi a comemoração de 4 anos de existência da feirinha e por conta disso, escolhemos um lugar diferente pra comemorar essa data de uma forma a valorizar os pequenos empreendedores da região. Foram 2 dias de festa com programações diversificadas para fazer com que a comemoração fosse bem aproveitada por todos que estiveram presentes. A prainha que é um símbolo da cidade foi a nossa escolha para comemorar com muita música, arte e cultura para todos que apoiam e participam de cada edição. E foi assim que encerramos mais um ano de feirinhas aqui na cidade e que em 2018 seja tão bonito quanto as edições que rolaram nesse ano que está chegando ao fim.

FELIZ ANO NOVO!